Guarde sempre a esperança

De repente nos vemos em uma situação entrave, não conseguimos enxergar outro caminho e aquela luz no fim do túnel mais parece um borrão. Não acreditamos em outras possibilidades e a insegurança nos apossa.

Se me perguntassem o que de ruim marcou a minha vida, de imediato eu diria: não quero nunca mais voltar no ano de 2014, nem nas minhas memórias, nunca mais. Naquele ano tudo de ruim aconteceu em uma única vez, era como se eu estivesse predestinada a sofrer, a chorar e a doer em um único momento. Mas, passou! E, hoje, quando vejo meus sentimentos nos fatos acontecidos daquele ano eu penso: graças a DEUS passou.

Todos nós temos esses momentos, esse período, essa safra ruim e não entendemos o porque. É como se tudo se conspirasse contra os nossos sorrisos, no entanto é preciso ter fome de querer dias melhores. Claro, não é fácil, mas com esperança e determinação, podemos vencer as barreiras, quebrar o medo e enxugar o choro. A esperança é aquele único conforto que nos resta quando tudo está perdido.

Eu sempre guardo um tiquinho de esperança dentro da minha alma para os de repentes da vida. Eu aprendi depois de alguns tombos que é necessário limpar a ferida e seguir. Não dá para viver sem acreditar que um dia melhor vem, porque o que move nossa vida, querendo ou não, são as esperanças em proporções pequenas ou suficientes.

Quando tudo está distante de nós, nada está acontecendo como queremos, é hora de achar uma fresta, um escape e achar coragem para que novas possibilidades aconteçam. Ter esperança diante de situações perdidas são para pessoas insistentes e que teimam por dias melhores. Às vezes é mais fácil curvar diante da dor, parar no meio do caminho e viver na mesmice do que acreditar de verdade naquele tiquinho de esperança.

Ver a vida com mais naturalidade, os problemas com menos traumas e as tristezas como passageiras, é melhor do que permanecer nas agonias e nas dores. É sempre melhor carregar calma nas tempestades, não antecipar sofrimentos e viver um dia de cada vez. Não existe receita ou fórmula para isso, mas eu chamo de esperança.

Temos que guardar alguns sentimentos bons, ter pequenas reservas de esperança, de paz, de bondade e de entendimento, porque quem carrega escondidinho dentro de si pequenas quantidades do que faz bem, sabe que é preciso aguentar as desesperanças que o acaso oferece.

Guarde sempre as esperanças e o amor, porque neles estão o segredo para suportar qualquer dor e também a realidade de se viver melhor todos os dias. Sempre há uma minúscula chama de esperança, de amor, de recomeço para quem acredita que pode ir além, e não vê as limitações como o fim.

Autor do post Simone Guerra

0 comentários :

Postar um comentário