Um dia...

Um dia você volta. Um dia você se arrepende. Um dia você implora. Um dia você olha para trás mesmo não querendo. Um dia você pede desculpas sem ser obrigado. Um dia você diz a verdade e se declara. Um dia sem mentiras, você se revela, mesmo que já tenha passado. Um dia você zera a vida e recomeça. Um dia você sem qualquer escrúpulo trai de alguma forma. Um dia você joga porque não tem como ser honesto. Um dia você você leva um fora. Um dia alguém te dá um fora. Um dia você massacra alguém. Um dia alguém te dá uma rasteira. Um dia você finge porque na conquista tudo pode. Um dia você mente por medo e para não se expor. Um dia alguém te denuncia e revela seus segredos. Um dia você morre de vergonha. Um dia você é a vergonha. Um dia você se passa por ridículo e no outro você ridiculariza alguém. Um dia você se definha em esperanças e suspira escondido por alguém. Um dia você dá adeus para sempre e no outro alguém parte de você. Um dia suas maldades te denunciarão e você pagará pelo mau que fez para alguém, porque tudo volta. Um dia sua bondade será reconhecida, mesmo que você ache que é tarde. Um dia aquele beijou que nunca foi dado, quem sabe, ainda vai te roubar. Um dia por impulso você quebra aquela promessa, porque todo mundo é fraco. Um dia você enfrenta o medo e percebe que tudo dependia da sua vontade de vencer. Um dia você pede perdão, porque descobre que ressentimento faz a alma doente. Um dia você rompe o silêncio e diz aquelas verdades que estavam engasgadas. Um dia você sofre e faz alguém sofrer. Um dia você percebe que nada é de graça como você pensava, nem a vida. Um dia você se sente sem fé e no outro a fé te move. Um dia você deseja tudo de ruim por alguém nem que seja em pensamento e isso te faz refém de si mesmo. Um dia... Tudo a tempo, mesmo que você tenha esquecido. Bondades, verdades e desejos são humanos ao extremo para não serem vividos. Um dia a gente percebe que tudo tem que ser dosado, porque se passar do ponto, certamente, iremos sofrer. Um dia a gente percebe que ser bom, é melhor do que ser mau, mau caráter ou desonesto, porque tudo tem um preço. Ser apenas gente, nada mais do que isso. 

Autor do post Simone Guerra

0 comentários :

Postar um comentário