Do amor ninguém foge...

E, se o amor fugir, esconder, sair de cena, isto não é amor, é apenas um sentimento raso querendo te enganar, querendo te iludir. Amor é tão suave e simples que tem a necessidade de grudar em nós e não partir. Amor de verdade tem a necessidade de ficar conosco mesmo se há dias nublados, se o mar está bravo, se há choro engasgado.

O amor é tão especial que enxuga as lágrimas, acalanta o desespero, abraça as inseguranças e segura nossas mãos, mesmo se há medos e barreiras. O amor rompe as indecisões e aquece a friagem das indiferenças. Amor é assim... Amor não é fugitivo. Amor assume qualquer delito para ficar junto. Amor não é bandido, não é misterioso e muito menos mentiroso porque tem a necessidade de ser transparente.

Quando eu estava na faculdade, eu jurava para mim mesma que jamais ia lecionar. Quando me formei, o acaso me deu a oportunidade de ir direto para uma sala de aula e, sem muita vontade, eu abracei a minha profissão. Depois de alguns contratos, fui parar na EJA - Educação para Jovens e Adultos no Sistema Prisional e desde aquele dia, eu estava predestinada a nunca mais fugir do amor.

Trabalhei dentro do Presídio por alguns anos e depois fui parar na APAC, que era um lugar que conhecia apenas de nome. Jamais pensaria que lá, eu pudesse aprender mais sobre a vida, que lá eu pudesse me doar por inteira, que lá eu aprendesse a amar incondicional, que lá pudesse ser o lugar que quero estar todos os dias. Isto mesmo, fui trabalhar naquele lugar em que não existem algemas, que o delito fica de fora, que é preso cuidando de preso = recuperando... E que toda pessoa é recuperável nem que seja por um segundo. E lá, depois de tanto ler, assistir palestras, me inteirar das regras e do método, descobri que não poderia mais fugir do amor, porque o amor de verdade já havia me arrebatado.

Esses anos todos de magistério, cumprindo carga horária dobrada, dividida entre o presídio e a APAC, fui me tornando uma pessoa mais prática e menos mimimi. Descobri que o pior delito é não ter a capacidade de amar, que é um dom de DEUS.

Nunca vi uma mãe fugindo da cria. Nunca vi amigos de verdade sendo traídos. Nunca vi um casal para sempre em que a amizade e a lealdade não estivessem com eles. Nunca vi um pai herói desistindo dos seus filhos. Nunca vi amor verdadeiro fugindo.

Do amor ninguém foge. Amor também não morre. Amor foi feito para se descobrir a todo instante. Amor não é aquele sentimento meloso, de promessas, de juras e nem de mimos. Amor é sentimento de entrega e tem a necessidade de dedicação.

O amor nunca foge de nós! E, se tentar te dar um perdido, querer sair de fininho para experimentar outros sentimentos, melhor esquecer porque é qualquer coisa querendo te enganar com palavras fingidas e sem entregas.

Do amor ninguém foge. Do amor ninguém escapa. De amor ninguém morre. Apenas o amor cura, liberta e vive uma vida inteira. Nascemos do amor, então somos amor por dentro, por fora e na essência.

*Para Dr. Mário Ottoboni, idealizador e fundador do método APAC. O meu respeito e admiração, sempre! DEUS o Abençoe!

Autor do post Simone Guerra

0 comentários :

Postar um comentário